Santiago Compostela e ilhas Cies – 1ªparte da viagem pelo norte de Espanha

Em tempo de contenção nada melhor que o país vizinho para umas férias em conta. Um país aqui tão perto e com uma diversidade notável. Começámos a viagem em Santiago Compostela que há muito queríamos ir visitar. Não necessita apresentações apesar de, possivelmente devido à elevada expectativa, ficou um pouco aquém do que estávamos à espera. Infelizmente a catedral estava em obras estragando um pouco as vistas exteriores e a quantidade de pessoas era incomensurável… mas quem tira férias em Agosto já sabe como é…

Continue reading “Santiago Compostela e ilhas Cies – 1ªparte da viagem pelo norte de Espanha”

Advertisements

Montanhismo em Gredos – Travessia do Circo de Gredos

Uma pequena aventura na serra de Gredos, a mais pertinho aqui de Lisboa onde se consegue elevadas emoções de adrenalina alpina…

O objectivo foi percorrer em dois dias e duas noites o circo de Gredos, fazendo a volta circular em torno do mesmo, sempre em autonomia completa. Entre muita chuva e um pouco de neve e paisagens extraordinárias, cá ficam algumas imagens e um video desta aventura!

O video!

As imagens!

Montanhismo nos Picos da Europa (actualizado com um video!!)

Após 13 anos de Montanhismo e Alpinismo por Gredos, Pirinéus e Alpes, ganhei “coragem” e lá fui até ao Maciço Central dos muito afamados Picos da Europa. A expectativa não era muita, confesso. Sempre ouvi dizer muito bem, que eram bonitos e tal mas… quase à mesma distancia temos os Pirinéus que são… os Pirinéus! Mas pronto, algum dia tinha de ser e foi este ano. E… ainda bem que nasci e desenvolvi esta capacidade para andar por montes e vales porque so vendo e vivendo aquelas “mini” montanhas é que se percebe o quanto extraordinário elas são! E é impressionante a quantidade de trilhos que existem (alguns deles com um grau de dificuldade e perigosidade bem elevados…)  e pelos recantos mais inacessíveis que se possa imaginar. Às vezes perguntava-me: Mas será mesmo por ali?!… e era!

Foram 4 dias e meio a caminhar em autonomia, na última semana de Junho, sempre com tenda, comida e camping-gaz às costas. Desta vez tambem estreei a possibilidade de levar uma Quechua de 2″ para uma pessoa que funcionou muito bem… muito prática para desmontar e montar! E leve!! O único problema que encontrei naquelas montanhas é a não existência de água! Pelo menos no estado líquido… felizmente havia restos de neves geladas do Inverno que depois de derretidas, transformam-se numa bela água “pura”!!

O video!!

Algumas imagens por onde andei.