A caminho da Corunha – 2ª parte da viagem pelo norte de Espanha

Depois de Santiago e das ilha Cies, seguimos para a costa leste da Galiza, partindo de Santiago até à localidade Boiro por caminhos de terra com o objectivo de conhecer esta costa, nomeadamente as ruínas Castro de Borona, povoado do sec I DC construído numa pequena península acessível por caminhos pedestres. Nesse dia ficámos ainda acampados no cimo de um monte lá perto com uma vista impressionante sobre toda a costa. De seguida seguindo o percurso em direcção a Corunha começando em Santiago, fizemos um pequeno desvio para conhecer a cascata de Ézaro e o parque natural Monte e lagoa do Louro onde acampámos no parque de campismo. Paisagem lindíssima com as dunas a separar a lagoa do mar. No dia seguinte continuámos o percurso para norte e no final do dia fomos ao primeiro banho no mar do norte numa piscina natural, a salvação para o Miguel que com o mar revolto impossibilitava as brincadeiras na água. Ficámos a noite em campismo selvagem junto a uma plantação de milho onde tínhamos almoçado no dia anterior, único local que encontrámos suficientemente escondido. Continue reading “A caminho da Corunha – 2ª parte da viagem pelo norte de Espanha”

Advertisements

Memórias TT – da Malcata a Béjar

Era Dezembro, estávamos em 2010 e já há uns tempos que queria fazer as serras espanholas que delimitam as terras frias das quentes. E assim foi, sozinho no Jimny em total autonomia, com a cadela Mina em direcção a Gredos. Um percurso fácil, sem grandes dificuldades (para Jimnys…) onde a beleza da paisagem com os tons de castanho e verde característicos da região nesta altura do ano, foram a grande surpresa do percurso. Ficou na memória um acampamento junto a um rio serpenteando por entre os montes e um dos caminhos mais interessantes por onde já  passei, num planalto junto ao rio que atravessa uma propriedade com vacas e cavalos à  solta, que de repente parecia retirado de um conto de fantasia. E que tinha uma subida para carroças… A ideia era ir até  à  serra de Gredos  mas infelizmente fiquei doente ao 3o dia e resolvi regressar a casa. 3 anos depois regressei com a Ana para realizarmos  a parte do percurso  da Serra de Gata com um pouco de montanhismo à  mistura.

Percurso e infos aqui:

Um Jimny no norte de Espanha – parte 1, 2 e 3

Três anos, três etapas da travessia do Norte de Espanha em TT. Comecei em 2010, na estreia do recem chegado Jimny branquinho, após regressar de Panticosa no Pirinéus, resolvi estrear o Jimny em TT em Espanha e durante dois dias, por entre gargantas e vales percorri cerca de 150kms na zona central do Norte de Espanha. Em 2011, fui propositadamente para o Norte de Espanha para continuar este percurso.  Desta vez andei por zona de montanha e parques naturais, mesmo a sul dos Picos da Europa. É uma zona de extraordinária beleza. Em Junho 2012, após a viagem aos Picos da Europa, continuei durante dois dias o percurso anterior sempre para oeste antes de regressar a casa. Pro ano lá estarei novamente!

Cá ficam as imagens de todo o percurso realizado até  hoje.